A CIDADE DE OURO





Somos como uma cidade. Ela deve ter muros fortes, fundamentos sólidos. Se o seu muro tiver brechas o inimigo pode invadir sua cidade e te fazer cativo dele. O muro é a sua convicção de fé, o fundamento é o alvo da sua fé, Jesus Cristo. Se você vive por convicções terrenas e temporais significa que vive por vista, mas se você vive pela fé está andando para o alto, o céu é o destino. Andar para o céu é como construir uma cidade.

Ninguém constrói uma cidade forte sem enfrentar dificuldades. Vai levar um tempo para você construir um muro de convicções, pois a verdade deve ser crida e vivida. Mas primeiro saiba o que é a verdade: a Palavra de Deus. Esse será seu fundamento, ninguém começa a construir um muro sem fazer primeiro o fundamento sobre o qual ele se apoia. Assim estamos andando para o céu em meio a tantos afazeres.

Se você está construindo, vai precisar de água. Sem um rio, nada pode se erguer, pois ele oferece a vida necessária para o trabalhador da obra. A água é a Verdade e o Espírito Santo. Beba a água do rio e ofereça ela também para os seus amigos que te ajudam nessa obra. Continue, você se aproxima do céu.

Vamos agora construir sua casa. Ela deve ser linda, feita do ouro mais reluzente que pode existir. E esse ouro deve ser encontrado nas profundas minas, por isso valorize o seu corpo e sua mente, pois se você não cuidar bem deles, não terá condição de ir ao mais profundo para explorar. Seu corpo é a sua casa. Se esforce, pois com todos trabalhando de forma coordenada, você terá todo ouro que precisar para construir uma linda casa. Não desista, na nossa jornada para o céu aventura é o que não falta.

Tudo já está se aprontando, e você se aproxima do céu, só lhe resta passar por uma porta: e a porta está aberta! Não é a porta da morte, é a porta da VIDA. Abra os olhos e veja aonde você está. Esta é sua cidade, veja você em sua casa, os seus muros, o rio... os seus amigos, pais e irmãos, sim, a sua família! Agradeça por cada um, pois eles são tesouros da sua cidade.


8 de dezembro de 2016
Autor: Gabriel Francisco da Silva BEZERRA