O MEDO DA MORTE






"Então lhe enviou um capitão de cinquenta: e, subindo a ele (porque eis que estava assentado no cume do monte), disse-lhe: Homem de Deus, o rei diz: Desce. Mas Elias respondeu, e disse ao capitão de cinquenta: Se eu pois sou homem de Deus, desça fogo do céu, e te consuma a ti e aos teus cinquenta. Então fogo desceu do céu, e o consumiu a ele e aos seus cinquenta." 2 Reis 1.9,10


Elias era profeta e sua profecia teve graves consequências. Ele, diante de um capitão com cinquenta homens, profetizou fogo sobre eles e todos foram consumidos pelo fogo. Isso se repetiu com outro grupo de 51 homens (2 Rs 1.10,12)

Elias usou o poder da profecia, manifesto no fogo, diante de uma eminente ameaça. Mas ele temia pela sua vida (2 Rs 1.15). O medo motivou a profecia de Elias, a qual foi cumprida, já que ele era um homem de Deus, tal como foi reconhecido pelos capitães de cinquenta. Mas, se foi motivada pelo medo, então porque a profecia foi cumprida? Deus agiu por sua fidelidade ao homem de Deus e a sua palavra profética. A fidelidade de Deus está acima de todos os medos. Qual o seu medo?  Elias tinha medo da morte e esse temor o levava a fugir de quem queria matá-lo (1 Rs 19.1-4). 

O poder de Deus não deve ser invocado pelo medo, muito menos pela ira, como foi com Moisés (Nm 20.11). O fogo, no caso de Elias, representava o poder de consumir o sacrifício e o poder da morte (1 Rs 18.38; 2 Rs 1.10,12). Deus nos ensina com o ministério de Elias que não podemos fugir sempre dos nossos medos. Deus arrebatou Elias através de uma carruagem de fogo ( 2 Rs 2.11) para ensiná-lo que ele não deveria temer a morte. A morte era apenas um fogo que não podia consumi-lo. Diante de nossos medos devemos ter ousadia para que possamos vencer cada um deles. 

Devemos enfrentar com coragem nossos medos pois nenhum medo pode nos afastar do amor de Deus. Se você tiver o amor de Deus em seu coração, com certeza o medo não terá mais espaço (1 Jo 4.18). 

No amor não existe medo; antes, o perfeito amor lança fora o medo; ora o medo produz tormento, logo, aquele que teme não é aperfeiçoado no amor. (1 João 4.18)

Nem o maior de todos os medos, nem a morte pode nos afastar do amor de Deus (Rm 8.35). A morte não pode nos causar medo pois temos a vida eterna (Jo 5.24, Jo 6.47). E essa vida é dada a todos que creem no filho de Deus, Jesus Cristo. Se você crê verdadeiramente em Jesus, a morte não pode te fazer fugir de medo, pois nada poderá afastá-lo do Nosso Senhor. 


24 de Julho de 2016
Autor: G.F. da Silva