A VIAGEM DA VIDA




"E ele disse-lhes: Por isso, todo o escriba instruído acerca do Reino dos céus é semelhante a um pai de família que tira do seu tesouro coisas novas e velhas."  Mateus 13.52 

Na minha caminhada por este mundo já fui em alguns lugares, viajei em tempo de chuva e de sol, de dia ou pela madrugada adentro, conheci meu povo, realmente, essa foi a maior experiencia, conhecer pessoas. Lembranças são acontecimentos que passam e que ficam na memória, imagens marcantes, ou até sons de música guardados que tocam a alma e nos comove, lembranças marcantes, algumas marcadas pela saudade, outras tristes e lamentáveis. Mas somente as boas lembranças são como tesouros do livro na nossa vida. São as boas lembranças que sempre queremos levar de cada viagem, as lembranças tristes, apesar de sempre existirem, queremos esquecer.

Caminhando em lembranças tristes descubro o que tenho a aproveitar, mas para andar neste caminho é preciso estar sarado. Realmente, se você buscar o remédio, essas lembranças não vão causar dor, serão apenas lembranças. O remédio começa com a confissão. Converse com Deus e apresente essas lembranças a Ele, pois somente Ele pode sarar seu coração. Após a confissão, vem a fase do perdão, pois agora Deus lhe dará forças para perdoar e esquecer. Em uma viagem, não podemos levar tudo conosco, mas precisamos arrumar nosso guarda-roupas pra saber o que vai e o que fica. Se Deus sarou seu coração significa que o guarda roupas do coração está em ordem e, se está em ordem, será fácil fazer as malas pra viagem. 

Agora, vamos arrumar nossa mala? Arrumar as malas significa estar preparado para prosseguir nessa grande viagem da vida. Nossas lembranças são como uma mala que precisa ser arrumada pra viagem. Nossa vida é nossa viagem. Na nossa mala de viagem, ora colocamos roupas novas, ora colocamos roupas velhas. As melhores lembranças são como as melhores roupas. Escolhemos as melhores roupas, mas nem sempre as melhores são as mais novas. Assim é nossa memória, como uma mala cheia de lembranças novas e velhas. Mas então, quais são as melhores lembranças? 

"Quero trazer à memória o que me pode dar esperança." Lamentações 3.21

As lembranças fazem parte da nossa vida, mas quero lembrar somente aquilo que me traz esperança. Ter esperança é como ter a chave do guarda-roupas pois a esperança abre portas para uma nova mente, juntamente com a fé. A esperança e a fé estão sempre juntas, pois fé é o firme fundamento das coisas que se esperam (Hb 11.1)Nessa caminhada, somente as lembranças que geram esperança nos motivam a continuar e nos ajudarão a nos re-erguermos para um novo amanhã. 


07 de Julho de 2016
Autor: G. F. da Silva