OS DOZE MESTRES ETERNOS





Existem doze mestres eternos, na primeira frase da Bíblia "No principio criou Deus os Céus e a Terra" (Gn 1.1), são 28 letras hebraicas, porém são 12 letras únicas e distintas. Neste artigo, vou associar as doze letras, aos doze frutos da Árvore da Vida, (sob meu critério, na maioria dos casos com inspiração bíblica) as doze tribos de Israel, por ordem de nascimento, aos doze apóstolos, por ordem de chamado (segundo Mateus 10.2-4), e as doze pedras do fundamento do muro de Jerusalém, de acordo com a pedra correspondente a tribo, associação essa obtida majoritariamente, por estudos dos dados fornecidos pelo Instituto do Templo, em Israel. As interpretações dos significados das letras são segundo o conhecimento rabínico dos mestres de Israel. A bandeira é a insígnia de cada letra.

1-ב- Bet
Bet significa casa. A bandeira é o corpo. O corpo é a nossa casa. Esta letra está associada ao corpo, ao fruto da satisfação (Pv 13.12), O elemento associado é a terra; a primeira tribo de Israel é Rúben. O primeiro apóstolo, Pedro; o primeiro fundamento, Sárdio, que representa o sacrifício.

2-ר-Resh
Resh significa  cabeça. A bandeira é a mente. O fruto é a fé. O elemento da natureza associado é o trovão, que simboliza o ouvir    (o trovão se ouve, a fé vem pelo ouvir, Rm 10.17). A tribo associada é a segunda tribo de Israel, por ordem de nascimento, Simeão, (Simeão significa "ouvinte"). O segundo apóstolo é André, o segundo a ser chamado (Mt 10.2-4). A pedra é o Topázio, que representa a busca.

3-א-Álefe
Álefe significa touro. A força é a bandeira. O fruto é a alegria, pois a alegria do Senhor é a nossa força (Nm 8.10). O elemento associado é o raio, o elemento da energia. A terceira tribo, por ordem de nascimento é Levi; o terceiro apóstolo, Tiago, filho de Zebedeu. A pedra, calcedônia, representa sustentação, firmeza, instrumentalização.

4-ש-Shin
Shin representa o fogo ("esh", אֵש). A bandeira é o amor (Ct 8.6). O fruto desta letra é o próprio amor, o fruto supremo. A quarta tribo é Judá. O quarto apóstolo, segundo o livro de Mateus 10.2-4, é João, o discípulo a quem Jesus [mais] amava (Jo 21.20). A pedra, esmeralda, representa a iluminação.

5-י- Yud
Yud significa mão. Está letra compõe todas as letras hebraicas, por isso a bandeira é a essência. O ar é o elemento associado, pois o ar é a essência, o sopro da vida. Está relacionado com o fruto da Paz, pois a paz é a essência indivisível (Lc 12.51), o elétron da comunhão, pois onde há paz não existe divisão. A quinta tribo é Dã; o quinto apóstolo, Felipe; a pedra é Jacinto que representa julgamento.

6-ת-Tav
Tav é a letra da cruz (em pictografia e ktav ivrit leia aqui) Seu elemento está associado ao terremoto, o clímax natural da crucificação (Mt 27. 51,54). A bandeira é o sacrifício. O fruto é a bondade, pois ela é como o sacerdócio de Cristo que dura para sempre (Sl 136.1, Hb 7.24). A sexta tribo é Naftalí, o sexto apóstolo Bartolomeu, a pedra, crisópraso que representa a vida eterna.

7-לֹ- Lâmede
Lâmede é a letra do ensino, pois ensino é "lamad " (לָמַד). A chuva é o elemento. A bandeira é o ensino, que é como a chuva (1 Rs 8.36, Joel 2.23, 2 Cr 6.27). O fruto associado é a sabedoria; a sétima tribo é Gade; o sétimo apóstolo Tomé. A pedra é a ametista, que representa a saúde.

8-ה- Hey
Hey representa o olhar. O elemento é a luz, a bandeira, a Iluminação; o fruto é a paciência; a oitava tribo é Aser; o oitavo apóstolo Mateus. A pedra é o crisólito que representa a plenitude.

9-ם-Mem (fechado)
Mem representa a água (águas, "maim"), como de um mar. A bandeira é a palavra oculta; o elemento, as trevas. Deus estava entre as trevas (Ex 20.21, Dt 5.23). Trevas, neste contexto, representa o mistério de Deus, a sua palavra oculta a nós. Não significa dizer que a palavra é trevas, mas que para nós está oculta, na nossa perspectiva limitada. O fruto associado é a benignidade, que não deve ser oculta (Sl 40.10, Is 54.8). A nona tribo é Issacar; o nono apóstolo é Tiago, filho de Alfeu. A pedra é a Safira (leia aqui) que representa a pureza, a formosura e o reino.

10-מ-Mem (aberto)
Mem representa a água, como de um rio. A bandeira é a palavra revelada; o elemento, a água; o fruto é a mansidão. A decima tribo é Zebulom; o décimo apóstolo Lebeu (Tadeu). A pedra, sardônica, que representa a resistência e a dureza, igual ao diamante.

11-ו-Vav
Vav significa gancho e é a divina conexão ("vav" ganchos do tabernáculo). Sua bandeira é o equilíbrio; o elemento é o gelo; o fruto, domínio próprio. A décima primeira tribo é José; o decimo primeiro apóstolo, Simão Zelote. A pedra correspondente é o berilo que representa o poder.

12-ץ- Tzade
Tzade significa "pessoa justa" (tzaddik). Sua bandeira é a justiça. Seu elemento é o redemoinho, pois a justiça dá voltas (Is 1.27, Sl 11.7, Sl 94.11, Jr 5.1). A décima segunda tribo é Benjamim. O apóstolo associado é Jesus Cristo (Hb 3.1), o Justo (Is 53.11, 1 Pe 3.18), a videira verdadeira (Jo 15.1), a verdadeira árvore da vida. A pedra correspondente é jaspe, a pedra da perfeição.

Nota.: A associação da tribo de Levi a Calcedônia, foi feita a partir de observações próprias, visto que "khalkós" significa “ bronze ”, metal usado na fabricação de muitos objetos e elementos do tabernáculo e templo, sob uso do sacerdócio levítico.



Autor: Gabriel Francisco da Silva Bezerra
12 de agosto de 2018